<$BlogRSDURL$>

4.2.04

Obsessão... 


Ando com a obsessão compulsiva de explicar às filhas a equação de Schrödinger, mas ainda não achei maneira...

Quando chegará esse dia glorioso?


Um livro perturbante

Tenho algures na minha biblioteca um pequeno livro chamado Miserere. Achei-o um documento muito interessante que nos elucida sobre muitas coisas, incluindo o modo como o ser humano pode reagir perante a consciência da sua finitude.

Um dia emprestei-o ao meu sogro que é uma pessoa muito devota e ligada às coisas da religião. Ele leu-o e decidiu, por sua vez, falar do livro a um padre. O comentário do sacerdote foi rápido e incisivo:

- Esse livro faz perder a fé.

Reconheci que o padre não deixava de ter alguma razão. Não será portanto de admirar que algumas editoras católicas o tivessem recusado. Mesmo com o imprimatur dum bispo a obra foi sucessivamente rejeitada para publicação - facto que muito espantaria o infeliz autor.

Depois de muitas peripécias e decepções, o autor lá conseguiu publicar o seu livrinho. Em boa hora, porque entendo que é um documento de grande importância psicológica que ultrapassa em muito qualquer romance. É que "Miserere" não é uma urdidura literária qualquer, mas um drama escrito na primeira pessoa sobre um tema fundamental que toca a todos. Este pequeno pormenor faz a diferença.


P.S. Procurei o "Miserere" na minha biblioteca para escrever este post. Debalde. É sempre assim: quando quero um livro nunca o encontro. É que desconfio que o imprimatur veio de D. António Ribeiro, antecessor do actual patriarca de Lisboa.

Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?