<$BlogRSDURL$>

22.5.04

A 3.ª obra de misericordia espiritual 

Recordo com um misto de ternura e saudade o tempo em que o meu saudoso Pai, depois da ceia, puxava dum missal e nos ensinava um pouco de doutrina crista. Em tom solene perguntou um dia: " Quantas e quais sao as principais obras de misericordia?" Como nao soubessemos disse: "As principais obras de misericordia sao catorze, sete corporais e sete espirituais. As obras de misericordia corporais sao:

1.ª dar de comer a quem tem fome;
2.ª dar de beber a quem tem sede;
3.ª vestir os nus;
.................

As obras de misericordia espirituais sao:

1.ª dar bom conselho;
2.ª ensinar os ignorantes;
3.ª corrigir os que erram;
.......................

Essa de corrigir os que erram nunca mais a esqueci e como hoje ainda nao pratiquei nenhuma obra de misericordia espiritual digna desse nome aproveito agora o ensejo para praticar a que me e' mais cara: a 3.ª.

Entao, se me permitem, ca' vou eu corrigir os que erram:

1. Sanches Roque in "Alcains e sua historia"

Trata-se de alguem que escreveu uma obra notavel, do melhor que tenho lido no genero, mas onde detectei erros e omissoes de bradar ao ceu, a saber:

1.1 Na pag. 393 e seguintes o autor faz a biografia do 2º visconde de Oleiros mas logo 'a primeira cavadela minhoca. Quero dizer com isto que começa por errar o nome do biografado. Segundo Sanches Roque o nome do 2º visconde de Oleiros seria o Dr. Francisco Albuquerque Pinto Castro e Napoles - o que e' um enorme disparate. Esse nome corresponde ao 1º visconde de Oleiros que foi pai do Dr. Francisco Rebelo de Albuquerque Mesquita e Castro, o qual na qualidade de primogenito do 1º visconde lhe sucedeu no titulo com o nome de 2º visconde de Oleiros.

1.2. Na pag. 395 o mesmo autor escreve "O Sr. Visconde de Oleiros, chamavam-lhe de Oleiros mas ele era antes de Alcains." O incauto que ler isto fica a pensar que o fidalgo em causa teria nascido em Alcains o que e´ falso. No Arquivo Distrital de Castelo Branco tive acesso ao Assento de Obito do 2º visconde de Oleiros e verifiquei com os meus proprios olhos que o mesmo nasceu em Castelo Branco, em 27 de Novembro de 1815.

2. Museu Francisco Tavares Proença Junior

No serviço de recepçao do museu deram-me um folheto alusivo 'a Biblioteca D. Fernando de Almeida (especializada em Arqueologia e Historia de Arte) no qual vem alguns endereços uteis. Acontece porem que o e-mail do Museu nao esta correcto.

Onde esta' escrito:

mftj@ipmuseus.pt

deveria estar:

mftpj@ipmuseus.pt

Hoje fico-me por aqui. Amanha ou depois talvez tenha pachorra para continuar a praticar a terceira obra...


Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?