<$BlogRSDURL$>

21.9.04

Lirismos... 

Ontem 'a noite, num debate televisivo sobre a educaçao, ouvi debitar algumas opinioes que me chocaram um bocado. Irritou-me sobremaneira o tom magistral duma professora universitaria quando, puxando a brasa 'a sua sardinha, se ergueu contra a ideia dum ensino predominantemente pratico e tecnologico em detrimento dos estudos humanisticos. Para dar mais peso 'a sua tese disse que o ministro das finanças da Inglaterra era um filosofo...

Ao ouvir isto apeteceu-me saltar do sofa'. Era demais. Apeteceu-me perguntar-lhe: "Sra. Prof. Doutora, com o devido respeito, V. Ex.ª esta' a sugerir que se faça o mesmo neste pobre pais? Nao lhe chega ja' o facto de sermos o pais mais degraçado da Europa? Olhe para a Grecia, nossa irma na pobreza e na miseria, de que lhe valeu ter um Socrates ou um Platao? De que lhe valeu ter um Fidias e uma Venus de Milo se o povo tem um nivel de vida que e' uma vergonha? Deixe os axiomas insensatos na catedra ou meta-os no contentor ou entao ofereça-os aos seus amigos nas brilhantes tertulias de cafe' mas, pela Santa Teresinha do Menino Jesus, nao os traga para a praça publica, nao aconteça algum governante deixar-se impressionar pelas suas luzidias palavras e convida'-la para ministra da educaçao.

De teoricos e burocratas esta' o pais farto. Nos precisamos acima de tudo e' de apostar na formaçao de bons quadros, seja nos dominios da pesquisa cientifica fundamental, seja nos dominios mais praticos da formaçao tecnologica e profissional. Se ao inves disto abarrotarmos os cerebros dos nossos miudos com filosofias vas e lixo metafisico, estamos a comprometer o futuro do pais, afundando-o ainda mais na miseria.

E ja' que gosta tanto de maximas aguente-se la' com esta: Primum vivere, deinde philosophari


Comments: Enviar um comentário

This page is powered by Blogger. Isn't yours?