<$BlogRSDURL$>

12.6.04

Hoje... 

Hoje descobri uma coisa espantosa:
que a tropa onde aprendi a ser duro e sarcastico
nao matou de todo a minha humanidade;
Que o verdadeiro amor
vale mais que a Torre de Espada
e todas as demais condecoraçoes;
Que fazer alguem feliz
e´ mais importante que o E = m c^2
ou outra equaçao qualquer;
Que concretizar os sonhos
de quem partilha a nossa vida
e' o nosso maior prodigio.
..........................
Hoje descobri uma coisa maravilhosa:
descobri que amo do fundo do coraçao
uma alma dorida de poeta.
Descobri que amo
a minha mulher.


11.6.04

Complexos... 

Penso que todos conhecem o Psycho de Hitchcock que conta a historia de Norman Bates, um esquizofrenico de dupla personalidade. O comportamento do tipo variava entre o gentleman amistoso e o assassino cruel. Quando estava com a telha era pior que o Deus me livre. Todos sabem o que o doido fez 'a mae e 'a bela jovem que pernoitou no motel, para ja' nao falar no detective, coitado...
A cena da banheira entao e' simplesmente terrivel. Mas, quanto a mim,o momento mais alto do filme e' aquele em que o doido, ja' na prisao, captura uma mosca e a solta com um sorriso, dizendo com a maior candura:

- Eu sou um bom rapaz, nao faço mal a uma mosca...

E' preciso ter muita lata depois de ter feito o que fez.

Freud ficou famoso na historia da Psicologia por ter inventado o complexo de Edipo. Acho que e' chegada a minha vez de inventar tambem um novo complexo: o complexo de Norman Bates - para designar o comportamento duplice de toda essa malta que se julga santinha, apesar das sacanagens que contam no curriculum...

Infelizmente conheço gente assim.

8.6.04

In Patris mei memoriam 

Estavas 'a beira do Zezere
As aguas deslizavam
Em monotono murmurio
Da nevoa do tempo
O chapeu de juncos
Que me fizeste...

Manuel Sousa

This page is powered by Blogger. Isn't yours?